OSTEOPATIA
Origina-se do grego Osteo (osso) e Pathos (efeitos vindo do interior).
 
Método de tratamento manual e natural criado no fim do século XIX nos Estados Unidos, cujo pai foi o doutor Andrew Taylor Still. Still achava que o bom equilíbrio das estruturas do aparelho locomotor era crucial para evitar o aparecimento de disfunções e de doenças. Ou seja, o corpo tem possibilidades de se reequilibrar, de autocurar-se. Cabe ao osteopata a tarefa de normalizar as estruturas e "deixar a natureza trabalhar".
 
A Osteopatia busca as restrições de movimento e tensões do corpo. Qualquer perda da mobilidade natural das articulações, ligamentos, músculos ou mesmo das vísceras, pode provocar profundos desequilíbrios no estado de saúde. A osteopatia busca reequilibrar o organismo, restabelecendo a saúde e/ou prevenindo lesões.
Não existem receitas. O tratamento é baseado num exame clínico. Um diagnóstico Osteopático deve conduzir a um Acto terapêutico Osteopático. Através de técnicas manuais tem como objectivo restabelecer a mobilidade perdida e dar equilíbrio ao sistema musculoesquelético, sacro-cranial e visceral, mantendo a elasticidade do tecido conjuntivo em todos os seus sistemas.

 

Qualquer mudança na mobilidade do aparelho locomotor no sentido da hipo ou hiper mobilidade conduz a um transtorno funcional que, por sua vez, pode dar lugar a um quadro “patológico”.

 

A Osteopatia é dividida em:

  • Osteopatia Estrutural;

  • Osteopatia Craniana;

  • Osteopatia Visceral.

 

A Osteopatia é baseada em quatro grandes princípios:

  1. A Estrutura determina a função;

  2. A Unidade do Corpo;

  3. A Autocura;

  4. A Regra da Artéria é Absoluta. 

 

A técnica é indicada para problemas no sistema músculo-esquelético que causem dores (cervicalgias, lombalgias, dores no ombro, joelho, tornozelo, cabeça, hérnias de disco e ciáticas), alterações de sensibilidade (formigamentos, diminuição ou aumento da sensibilidade) e limitações articulares (perda do movimento) . "O principal diferencial é a utilização somente do tratamento manual, com extrema eficácia e sem a utilização de medicamentos e de processos cirúrgicos".

 

Benefícios

  • Reestabelece o equilíbrio corporal;

  • Melhora a circulação, a função do sistema nervoso e imunológico, a digestão e a respiração;

  • Elimina dores musculares e articulares;

  • Previne lesões;

  • Otimiza a prática desportiva.

 

Quem pode fazer?

  • Do recém-nascido ao idoso.

 

A Osteopatia e o Esporte

 

Inúmeros atletas de alto nível se beneficiam com o tratamento de Osteopatia para manterem-se na melhor forma possível (tenistas, jogadores de futebol, de basquete, maratonistas, etc). Lesões osteopáticas prejudicam a perfeição dos gestos técnicos, diminuem a performance e podem criar lesões mais graves  a longo prazo. Tratar as cadeias musculares normalizar as funções finas articulares permite restaurar a harmonia e a eficácia dos gestos esportivos.

Certos esportes como tênis, futebol ou as artes marciais provocam frequentemente distensões musculares e bloqueios vertebrais, que podem ser tratados pela Osteopatia.

Quiropraxia
Pilates Clínico
Mobilização Neural
Podoposturologia - Palmilha
Reeducação Postural Global - RPG
Fototerapia - Terapia através da luz

Contatos:

(31) 3847.1898

(31) 8540.7014

claudiopavione@sollievocolunavertebral.com

Rua Colômbia, 89 Loja A, Ana Rita,

Timóteo | MG - Cep 35182-318

Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não veem.

Hebreus 11:01